top of page

ABD - Aprendizagem Baseada em Dilemas

Dilema Resumido:

#019 - Entre Escolhas e Convicções

Tânia, após uma noite inesquecível, encontra-se grávida de um desconhecido. Diante de uma carreira promissora, ela vê no aborto a única saída, optando por uma clínica clandestina. Paula, sua amiga de longa data e de profundos valores religiosos, tenta dissuadi-la, oferecendo-se até para cuidar da criança. A decisão de Tânia não apenas desafia sua amizade com Paula, mas também coloca em risco sua própria liberdade, quando Paula, movida por suas convicções, ameaça denunciá-la. Este dilema não é apenas sobre a escolha entre seguir com a gravidez ou não, mas reflete sobre a complexidade das relações humanas.

Dilema Completo:

#019 - Entre Escolhas e Convicções

Numa cidade onde as histórias se entrelaçam discretamente, Tânia e Paula, amigas de longa data, encontram-se em um impasse que testa os limites de sua amizade e valores. Tânia, após uma noite que pretendia esquecer, descobre-se grávida. O pai, um desconhecido de uma balada, torna a situação ainda mais complicada. Diante de uma carreira promissora e planos bem traçados, Tânia vê no aborto a única saída para não se desviar de seus objetivos. Sem apoio familiar ou do pai da criança, ela opta por uma clínica clandestina, decisão que coloca em risco não apenas sua carreira, mas sua vida.

Paula, por outro lado, traz consigo convicções religiosas profundas que a fazem ver a gravidez de Tânia sob uma luz diferente. Ela acredita na sacralidade da vida desde a concepção e vê na adoção ou na ajuda mútua uma solução viável. Sua oferta para cuidar da criança, uma tentativa de compromisso, é recebida com desdém. A amizade, antes inabalável, agora pende por um fio diante de um abismo de crenças e escolhas.

O dilema se intensifica quando Paula, movida por suas convicções, ameaça denunciar Tânia. Entre a lei e a moral, a decisão de Tânia coloca em xeque não apenas sua liberdade, mas a própria essência de sua amizade com Paula. O dilema não é apenas sobre escolher entre o aborto ou a maternidade, mas também sobre a complexidade das relações humanas, os limites da ética e a profundidade dos laços que nos unem.

Agora, diante de um futuro incerto, Tânia e Paula precisam navegar por um mar de dúvidas e decisões. O dilema não oferece respostas fáceis, mas sim um espelho das complexidades da vida, da moralidade e da capacidade humana de enfrentar escolhas difíceis. A decisão de Tânia e a reação de Paula são um convite à reflexão sobre os valores que nos guiam e o preço de nossas escolhas.

Comentários:

O dilema de Tânia e Paula ilustra uma colisão profunda entre autonomia pessoal e valores morais, situando-se no coração de debates éticos contemporâneos. Para explorar este conflito, recorremos à ética do cuidado, uma corrente filosófica que enfatiza a importância das relações e da interdependência entre os indivíduos. A ética do cuidado, influenciada por filósofas como Carol Gilligan e Nel Noddings, argumenta que a moralidade se fundamenta na responsabilidade e no cuidado mútuo, contrastando com abordagens que priorizam a justiça e a autonomia individual de maneira abstrata.

 

Ética do Cuidado

1. Relações e Responsabilidade: A ética do cuidado coloca as relações humanas e a responsabilidade para com o outro no centro da tomada de decisão ética. No caso de Tânia, sua decisão sobre o aborto não é apenas uma questão de escolha pessoal, mas também envolve considerar as relações e responsabilidades para com a criança potencial, Paula e a sociedade.

2. Compreensão e Diálogo: A ética do cuidado enfatiza a importância do diálogo e da compreensão mútua. A tentativa de Paula de dissuadir Tânia reflete uma preocupação genuína, não apenas com a vida da criança, mas também com o bem-estar de Tânia. A ameaça de denúncia, no entanto, pode ser vista como uma falha em manter um diálogo aberto e empático, essencial para a resolução de conflitos éticos.

3. Contexto e Consequências: A decisão de Tânia é contextual, influenciada por sua situação pessoal, planos futuros e a ausência de apoio. A ética do cuidado reconhece a importância de considerar o contexto específico e as consequências das ações para todas as partes envolvidas.

 

Respondendo às Questões:

1. Como a ética do cuidado pode ajudar Tânia e Paula a encontrarem uma resolução para seu conflito?

 A ética do cuidado sugere que Tânia e Paula busquem uma resolução através do diálogo empático, focando na compreensão mútua e na busca por soluções que reflitam o cuidado e a responsabilidade para com todas as partes envolvidas, incluindo a criança potencial.

2. A decisão de Tânia de optar pelo aborto em uma clínica clandestina pode ser justificada sob a ética do cuidado?

Sob a ética do cuidado, a decisão de Tânia pode ser compreendida em seu contexto específico, reconhecendo a complexidade de suas circunstâncias. No entanto, a ética do cuidado também enfatiza a importância das consequências das ações e a responsabilidade para com os outros, sugerindo que Tânia considere as implicações de sua decisão para si mesma, a criança potencial e sua relação com Paula.

3. Qual o papel das convicções pessoais e da lei no dilema enfrentado por Tânia e Paula?

As convicções pessoais e a lei desempenham papéis significativos no dilema, refletindo o conflito entre valores morais individuais e normas sociais. A ética do cuidado reconhece a importância desses fatores, mas enfatiza a necessidade de equilibrá-los com a responsabilidade e o cuidado para com os outros, promovendo soluções que sustentem as relações e o bem-estar mútuo.

Referências Bibliográficas:

  • Gilligan, Carol. "In a Different Voice: Psychological Theory and Women's Development". Harvard University Press, 1982.

  • Noddings, Nel. "Caring: A Feminine Approach to Ethics and Moral Education". University of California Press, 1984.

  • Held, Virginia. "The Ethics of Care: Personal, Political, and Global". Oxford University Press, 2006.

 

A análise deste dilema através da lente da ética do cuidado destaca a complexidade das decisões morais que envolvem relações interpessoais profundas e a interdependência dos indivíduos. Ela sugere que, ao enfrentar escolhas difíceis, a consideração cuidadosa do contexto, das relações e das responsabilidades mútuas pode oferecer um caminho para resoluções éticas mais compassivas e compreensivas.

bottom of page