top of page

ABD - Aprendizagem Baseada em Dilemas

Dilema Resumido:

027 – Quem manda sou eu!

Antonio, presidente de uma renomada indústria, confia em sua experiência empírica em marketing, enquanto Daniel, o gerente de marketing, é altamente qualificado e atualizado. Daniel elaborou uma estratégia inovadora para um novo produto, mas Antonio fez várias alterações sem considerar as justificativas técnicas de Daniel. Temendo represálias, Daniel aceitou as mudanças, e a campanha fracassou. Durante as férias de Antonio, Daniel relançou sua campanha original, que foi um sucesso. Ao retornar, Antonio criticou Daniel por agir sem autorização, apesar dos resultados positivos. Daniel agora enfrenta um dilema: continuar trabalhando sob a liderança autoritária de Antonio ou procurar uma oportunidade onde seu talento seja reconhecido. Ele está dividido entre seu compromisso com a equipe e a constante desvalorização de seu trabalho.

Dilema Completo:

027 – Quem manda sou eu!

No escritório de uma renomada indústria, onde a pressão por resultados é constante, Antonio, o presidente da empresa, é conhecido por seu estilo autoritário e por acreditar que sua vasta experiência empírica em marketing é suficiente para tomar decisões estratégicas. Ele nunca fez um curso formal na área, mas confia plenamente em seu instinto. Daniel, por outro lado, é o gerente de marketing, formado e altamente qualificado, sempre atualizado com as últimas tendências e teorias do marketing.


Quando a empresa decidiu lançar um novo produto, Daniel elaborou uma estratégia de marketing inovadora e detalhada, baseada em suas pesquisas e conhecimentos acadêmicos. Ao apresentar a estratégia para Antonio, este, com sua postura impositiva, fez várias alterações na proposta de Daniel, sem considerar as justificativas técnicas apresentadas. Daniel, temendo represálias e desejando evitar um confronto direto, aceitou as mudanças de Antonio, mesmo sabendo que elas poderiam comprometer o sucesso da campanha.


Como previsto por Daniel, a campanha foi um fracasso total. Antonio, sem hesitar, culpou Daniel pela má performance, suspendendo a campanha e deixando claro que a responsabilidade era inteiramente do gerente de marketing. A moral de Daniel ficou abalada, mas ele continuou trabalhando com dedicação.


Um mês depois, aproveitando a ausência de Antonio, que estava de férias, Daniel decidiu relançar a campanha original, sem as modificações impostas anteriormente. A campanha foi um sucesso estrondoso, superando todas as expectativas e trazendo resultados excepcionais para a empresa. Os números falavam por si, e a equipe de marketing comemorava o triunfo.

 

Quando Antonio retornou, esperava-se que ele reconhecesse o sucesso e a competência de Daniel. No entanto, Antonio, em vez de elogiar o gerente de marketing, criticou-o severamente por ter tomado a decisão sem sua autorização, afirmando que Daniel havia corrido um risco desnecessário e que a campanha poderia ter sido outro fracasso. Antonio deixou claro que, para ele, a insubordinação de Daniel era inaceitável, independentemente dos resultados positivos.

 

Daniel agora enfrenta um dilema: ele deve continuar a trabalhar sob a liderança de Antonio, aceitando as críticas e a falta de reconhecimento, ou deve procurar outra oportunidade onde seu talento e dedicação sejam valorizados? A decisão não é fácil, pois ele tem um profundo compromisso com a equipe e acredita no potencial da empresa, mas a falta de reconhecimento e a constante desvalorização de seu trabalho são difíceis de suportar.

Comentários:

O dilema enfrentado por Daniel, gerente de marketing de uma renomada indústria, ao decidir entre continuar trabalhando sob a liderança autoritária de Antonio ou procurar uma oportunidade onde seu talento seja reconhecido, é um exemplo claro das tensões entre ética e moral no ambiente de trabalho. Para analisar este dilema, recorremos à filosofia de Alasdair MacIntyre, que enfatiza a importância das virtudes, das práticas e das narrativas na formação do caráter moral.


Teoria das Virtudes de Alasdair MacIntyre


Práticas e Narrativas: MacIntyre argumenta que as práticas são atividades complexas e cooperativas que têm padrões internos de excelência e são sustentadas por tradições e narrativas. No caso de Daniel, a prática do marketing é uma atividade que exige conhecimento técnico, criatividade e inovação. A narrativa da empresa, no entanto, é dominada pela autoridade de Antonio, que desvaloriza o conhecimento técnico e impõe suas próprias decisões. Daniel deve considerar se a narrativa da empresa permite a realização das práticas de marketing de maneira virtuosa.


Virtudes e Excelência: MacIntyre enfatiza que as virtudes são qualidades que permitem a realização de práticas de maneira excelente. Daniel demonstra virtudes como a dedicação, a competência técnica e a coragem ao relançar a campanha original durante a ausência de Antonio. No entanto, a liderança autoritária de Antonio impede que essas virtudes sejam plenamente reconhecidas e valorizadas. Daniel deve ponderar se continuar trabalhando na empresa permitirá que ele pratique suas virtudes de maneira excelente.

Bem Comum e Comunidade: MacIntyre também destaca a importância do bem comum e da comunidade na formação do caráter moral. Daniel tem um profundo compromisso com a equipe e acredita no potencial da empresa, mas a falta de reconhecimento e a constante desvalorização de seu trabalho são difíceis de suportar. Ele deve considerar se a comunidade da empresa, sob a liderança de Antonio, está comprometida com o bem comum e se permite a realização das práticas de marketing de maneira virtuosa.

 

Respondendo às Questões:

1. Como a teoria das virtudes de Alasdair MacIntyre orienta a decisão de Daniel sobre continuar trabalhando sob a liderança de Antonio ou procurar outra oportunidade?
A teoria das virtudes de Alasdair MacIntyre orienta Daniel a considerar se a narrativa da empresa permite a realização das práticas de marketing de maneira virtuosa. Daniel deve ponderar se continuar trabalhando na empresa permitirá que ele pratique suas virtudes de maneira excelente e se a comunidade da empresa está comprometida com o bem comum. Se a liderança autoritária de Antonio impede que essas virtudes sejam plenamente reconhecidas e valorizadas, Daniel deve considerar procurar outra oportunidade onde seu talento e dedicação sejam valorizados.


2. De que maneira as práticas e narrativas de MacIntyre se aplicam ao dilema de Daniel?
As práticas e narrativas de MacIntyre se aplicam ao dilema de Daniel na medida em que a prática do marketing é uma atividade que exige conhecimento técnico, criatividade e inovação. A narrativa da empresa, no entanto, é dominada pela autoridade de Antonio, que desvaloriza o conhecimento técnico e impõe suas próprias decisões. Daniel deve considerar se a narrativa da empresa permite a realização das práticas de marketing de maneira virtuosa e se a liderança de Antonio impede que essas virtudes sejam plenamente reconhecidas e valorizadas.


3. Qual é o impacto da decisão de Daniel sobre o bem comum e a comunidade, segundo a filosofia de MacIntyre?
Segundo a filosofia de MacIntyre, a decisão de Daniel deve ser avaliada em termos do bem comum e da comunidade. Daniel tem um profundo compromisso com a equipe e acredita no potencial da empresa, mas a falta de reconhecimento e a constante desvalorização de seu trabalho são difíceis de suportar. Ele deve considerar se a comunidade da empresa, sob a liderança de Antonio, está comprometida com o bem comum e se permite a realização das práticas de marketing de maneira virtuosa. Se a liderança autoritária de Antonio impede que essas virtudes sejam plenamente reconhecidas e valorizadas, Daniel deve considerar procurar outra oportunidade onde seu talento e dedicação sejam valorizados.

 

Referências Bibliográficas:

  • MacIntyre, Alasdair. "After Virtue: A Study in Moral Theory". University of Notre Dame Press, 1981.

  • MacIntyre, Alasdair. “Whose justice? Which Rationality?". University of Notre Dame Press, 1988.

  • Knight, Kelvin. "Aristotelian Philosophy: Ethics and Politics from Aristotle to MacIntyre". Polity Press, 2007.


A análise deste dilema sob a perspectiva da teoria das virtudes de Alasdair MacIntyre destaca a importância das práticas, das narrativas e das virtudes na formação do caráter moral. Ela nos lembra que devemos considerar se a narrativa da empresa permite a realização das práticas de maneira virtuosa e se a comunidade da empresa está comprometida com o bem comum. Daniel deve ponderar se continuar trabalhando na empresa permitirá que ele pratique suas virtudes de maneira excelente e se a liderança autoritária de Antonio impede que essas virtudes sejam plenamente reconhecidas e valorizadas.

bottom of page