top of page

A Escola Waldorf e a Ética e Moral


A Pedagogia Waldorf se baseia na Antroposofia, ciência elaborada por Rudolf Steiner, que procura integrar, de maneira holística, o desenvolvimento físico, espiritual, intelectual e artístico dos alunos. O objetivo é desenvolver indivíduos livres, integrados, socialmente competentes e eticamente responsáveis.

Foi criada em 1919 na Alemanha e está presente no mundo inteiro. O foco principal da Pedagogia Waldorf é o de desenvolver seres humanos capazes de, por eles próprios, dar sentido e direção às suas vidas. Tanto o aprimoramento cognitivo como o amadurecimento emocional e a capacidade volitiva recebem igual atenção no dia a dia da escola. Nessa concepção predomina o exercício e desenvolvimento de habilidades e não de mero acúmulo de informações, cultivando a ciência, a arte, a ética e os valores espirituais necessárias ao ser humano.


A maioria dos pais que colocam seus filhos nas escolas Waldorf quer, para eles, um desenvolvimento diferenciado, mais humano e ético.


Meus dois filhos mais velhos (36 e 31 anos) estudaram na Waldorf e agora é a vez da minha filha de 10 anos. Pois bem, nesse fim de semana (17/09) houve a apresentação semestral dos alunos do fundamental e médio. Uma emoção sem tamanho. Chorei o tempo todo com cada fala das crianças e cada música cantada. Muito lindo. Sempre foi assim, desde o tempo que meus filhos mais velhos estudavam.


O problema aqui é outro. Como disse, os pais colocam seus filhos na escola Waldorf buscando um aprendizado diferenciado e virtuoso, mas só para as crianças, para eles parece que tudo está perdido. Ou seja, é tipo assim: “deixa eu ‘salvar’ as crianças porque eu não tenho mais salvação”.


O auditório onde aconteceu as apresentações estava lotado. Mais de 100 pais estavam presentes. Dentre eles, mais de 95% não usavam máscaras. Na turma da minha filha com 12 alunos, apenas ela e mais uma criança usavam máscara na hora da apresentação. Um risco desnecessário para todos.


Aqui vai, mais uma vez, a diferença entre ética e moral. O governo com suas leis (moral), liberou o uso de máscara pois agora só morrem cerca de 70.000 pessoas por ano. É isso mesmo, morrem por dia em média 200 pessoas. Já foi comprovado pela ciência que o uso de máscara e a vacinação são as únicas formas de conter essa doença. Mas como o governo disse que é facultativo o uso de máscara vamos seguir o governo (moral) e não o bem comum (ética) que depende da consciência.

Consciência essa que os pais que estavam presentes no evento querem dar aos seus filhos através da pedagogia Waldorf.

Paradoxo? Não.... ignorância mesmo.

Imagina o esforço que a criança tem todo dia quando chega em casa. Ela aprendeu valores virtuosos durante toda a sua estadia na escola. Ao chegar em casa encontra os pais com vícios que ela não vai conseguir argumentar e convencer os pais a mudarem de atitude. Isso torna a criança confusa, ou seja: nem lá, nem cá.

A pergunta que vale nossa sobrevivência enquanto sociedade é: Por que colocar o filho em uma escola Waldorf se eu não quero mudar?


Culpa? Fazer bonito para sociedade? Dizer que está investindo nos filhos?


Se você quer que seu filho seja uma criança virtuosa, participe dessa mudança que você não teve na sua infância. Se reeduque e estude mais a pedagogia que seu filho está absorvendo. As Escolas Waldorf têm várias atividades para incluir todos da sua família nessa mudança.


Outro ponto é: nunca escolha a moral como fio condutor. A moral é temporal. Escolha sempre a ética. Ela é perene e é nossa chance de evoluir como ser humano.

20 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page