top of page

Reputação


Reputação é uma avaliação social do público em relação a uma pessoa, um grupo de pessoas ou uma organização. Constitui-se num importante fator em muitos campos, tais como negócios, comunidades reais e virtuais ou status social.


A reputação também é conhecida como um mecanismo de controle social, espontâneo e altamente eficiente em sociedades naturais. É objeto de estudo em ciências sociais, administração, tecnologia e filosofia. Sua influência vai de ambientes competitivos, tais como empresas, organizações, instituições e comunidades até uma avaliação individual de uma pessoa em específico.


Podemos definir elementos de uma reputação no contexto empresarial como promessa e entrega. Imagem é o que a empresa promete na comunicação com seu público. Reputação, é o que a empresa realmente entrega para esse público. Se existe uma diferença negativa entre promessa e entrega, a reputação da empresa e abalada. O contrário também. Se existe uma diferença positiva entre promessa e entrega a reputação é enaltecida.


No contexto pessoal, a maioria das pessoas quer ser reconhecida por sua boa reputação. Um líder bom, uma vendedora excepcional, uma gerente generosa e assim por diante. O juízo de valor nesse caso, parece que cai apenas no “fazer” e não no “ser”.


Quando perguntado: Por que não ter uma reputação de “ser” uma pessoa ética? A maioria das pessoas responde que ética vem do berço. Que para ter uma boa reputação pessoal, tem que ter competências acima da média e entregar resultados esperados por outras pessoas.

Eu discordo totalmente dessas premissas!

Primeiro, porque ética não vem de berço algum. O que vem de berço é chupeta, mamadeira e fraldas sujas. Ética se aprende e, infelizmente as famílias, na sua maioria, não sabem explicar. Se não estudar ética e moral de forma estruturada e profunda, não vai aprender nunca. Vai usar os valores familiares, valores religiosos e valores cívicos como régua para “medir” as ações e posturas dos outros. Nesse caso, sua reputação será abalada por falta de consciência e informação sobre os temas. Dizer que você tem uma Postura Ética e uma ação Moral na vida, sem saber explicar esses conceitos, é a mesma coisa dizer que você voa batendo os braços.


Segundo, porque “ter competências acima da média e entregar resultados esperados por outras pessoas” não demonstra, necessariamente, que você tem boa reputação. Você pode entregar os resultados pisando em pessoas, talvez seu chefe e/ou acionista pode achar que sua reputação é excelente, porém as demais pessoas não.

Reputação se constrói e não é do dia para noite. Ela é o acúmulo dos detalhes da sua vida. Ela tem mais relação de como você se comportou diante de um erro do que diante de um acerto.


Num mundo que valoriza mais o predador, a boa reputação está sim ligada as entregas. Só que este mundo não é todo o mundo, ou seja, há seus amigos, família, comunidade etc. Esses outros e mais importantes na sua vida valorizam se você é ético ou não. Se é confiável ou não. Se é justo ou não. Se é generoso ou não.


O que adianta você entregar um resultado excelente no contexto empresarial, que foi conseguido com atitudes duvidosas e antiéticas e que no fundo você não pode contar para sua família?


Você pode até pensar que, com o bônus que você conseguiu na empresa, por entregar esses resultados, fará uma viagem inesquecível com a família e a vida seguirá. Que sempre te acharão “o cara”. Que sua reputação será ilibada. Ledo engano. Você enganará todos menos você. Um dia a casa vai cair com você dentro e será tarde demais.


Já pensou nisso? Então agora pense em quantas pessoas que você considera que tem boa reputação, tem uma reputação ética?

12 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

コメント


bottom of page